quinta-feira, 19 de novembro de 2009

MENSAGEM DRAMATIZADA - "Um Sonho de Natal"

 


Personagens: dona de casa, mulher com frio, mulher com fome, ex-presidiária
Cenário: sala de uma casa, mesa, cadeiras, Bíblia em cima da mesa, na parede um calendário
Material a ser usado no decorrer da peça: toalhinha de centro de mesa, jarra com flores,flanela de limpeza, toalha de mesa grande, 2 pratos, talheres, copos, um refratário com alimento, um agasalho
DONA DE CASA - (entra em cena, olha o calendário) - Hoje é dia 24 de dezembro! Como passa rápido o tempo! - (para um pouco, pensativa) - Tive um sonho esta noite... Sonhei que Jesus vinha me visitar... Foi tão real!! Eu gostaria mesmo que fosse verdade. No Natal todos têm a casa cheia de parentes, muita festa, muita comida... mas eu estarei sozinha, ninguém virá a minha casa. Meu esposo, meus pais, meus irmãos ... todos Deus levou. Meu filho mora em outra cidade, longe daqui, e vai passar o Natal com a família da esposa. Está certo! Não estou reclamando. Filho são presentes preciosos que o Senhor nos dá. Temos que cuidar bem deles, alimentá-los, cuidar de sua saúde, dar-lhes instrução, e principalmente ensiná-los no caminho do Senhor. Graças a Deus fiz tudo isso, tenho minha consciência tranqüila. Hoje, meu filho é diácono na igreja dele. Mas... quando os filhos casam, eles formam outra família e têm que viver a vida deles.
- para um pouco, pensativa - Eu gostaria muito que Jesus viesse passar o Natal comigo... Quem sabe ele virá mesmo!? Já sei! Vou arrumar a casa para recebêlo, arrumar a sala, o seu quarto e depois vou preparar uma ceia gostosa para ele. Farei o melhor que puder!Afinal, Jesus é o meu Salvador, o meu Rei,o Senhor da minha vida! Ele merece o melhor!
- arruma a mesa da sala, tira a poeira e sai de cena dizendo que vai arrumar o quarto e  e depois vou preparar uma ceia gostosa para ele. Farei o melhor que puder! Afinal, Jesus é o meu Salvador, o meu Rei, o Senhor da minha vida! Ele merece o melhor!
- arruma a mesa da sala, tira a poeira e sai de cena dizendo que vai arrumar o quarto e preparar a comida - depois de alguns instantes, batem à porta - dona da casa volta e atende quem chega

MULHER COM FRIO - Senhora, por favor, será que tem um casaco velho, ou um que não lhe sirva mais, para me dar? Começou a chover... Estou com muito frio!

DONA DE CASA - Logo agora? Estou tão ocupada! Espero a visita de alguém muito importante...
Mas também não posso deixá-la aí fora passado frio... Entre e sente-se um pouco para descansar, enquanto vou buscar um agasalho.
- sai de cena, depois de alguns instantes, volta com o casaco e dá à pobre mulher -

MULHER COM FRIO - Muito obrigada, senhora. Deus lhe pague e lhe dê um feliz Natal! (e sai)

DONA DE CASA - Espero que ninguém me interrompa mais. Ainda tenho tanto que fazer... terminar de assar o peru no forno, fazer a farofa, a maionese, a salada de frutas...
- sai de cena - ouve-se barulho de panelas, pratos, talheres - mais uns instantes e batem á porta - dona de casa volta para atender

MULHER COM FOME - Por favor, senhora, me ajude. Há três dias não como nada, estou tão fraca, acho que vou desmaiar... (e faz de conta que está caindo)

DONA DE CASA - Meu Deus! Mais essa! Estou tão ocupada! Daqui há pouco minha visita chega, e ainda não terminei de fazer tudo! - (para um pouco, depois socorre a mulher) - Venha, minha filha, vou ajudá-la. Entre, sente-se um pouco para descansar. Espere só um pouquinho que vou trazer-lhe uma comida gostosa, quentinha, água fresca... - (vai até o público, fala como que contando um segredo) - Acho que meu ilustre visitante não vai se importar de eu dar um pouco de sua comida para esta pobre mulher.
- sai de cena, depois volta com um prato de comida e um copo de água - senta-se à mesa também, enquanto a mulher finge comer - terminando, esta sai, agradecendo.
 
MULHER COM FOME - Muito obrigada, senhora! Que Deus lhe dê em dobro! Que a senhora seja muito feliz!

DONA DE CASA - (falando, enquanto recolhe prato e copo) - Já anoiteceu e Jesus ainda não veio... Vou me sentar para esperá-lo - (senta-se, toma a Bíblia que está na mesa e finge ler, quando novamente batem à porta) - Agora é Ele!!! - (vai correndo atender)

MULHER EX-PRESIDIÁRIA - Senhora, me perdoe estar incomodando a esta hora da noite... vi a luz de sua casa acesa e resolvi bater... sou ex-presidiária, por bom comportamento fui solta ontem, agora sou livre mas não tenho para onde ir. Estou procurando meus parentes, ou alguém que me dê um emprego... Será que posso dormir em sua casa esta noite? Qualquer cantinho serve... está chovendo, está frio... é só deixar eu ficar num cantinho abrigado, amanhã cedinho irei embora. Por favor... - (e começa a enxugar as lágrimas que correm de seus olhos)

DONA DE CASA - O dia todo esperei por uma visita muito importante. Arrumei a casa, preparei a melhor ceia de Natal, mas meu visitante não chegou. Acho que ele não vem mais. Entre! Vamos passar a noite de Natal juntas. Vamos comer e depois você irá dormir na cama fofinha que preparei para meu visitante.
- faz a mulher sentar-se à mesa - vai e volta, guarda a jarra de flores, traz a tolha de mesa, pratos, talher, copos, um refratário - arruma tudo e senta-se também

DONA DE CASA - Antes de comer, vamos ler a Bíblia. Hoje é Natal, o dia em que Jesus nasceu. Eu amo Jesus porque ele morreu na cruz por mim, e por você também, querida amiga (dirige-se à ex-presidiária). Entregue o seu coração a Ele e você nunca mais estará sozinha, Ele vai ajudá-la a resolver seus problemas. Creia de todo o seu coração, nada é impossível para Jesus
- toma a Bíblia e lê, em voz pausada e alta: Mt 25. 31-40 - ao terminar, as duas se abraçam e a dona de casa diz:
 
DONA DE CASA - Obrigada, Jesus! Agora entendo. Meu sonho se realizou: você não veio pessoalmente em minha casa, mas eu sinto a sua presença real aqui em meu coração! Este é o meu melhor Natal!
- entram as outras 2 mulheres e vão abraçar também a dona de casa, que se dirige ao público -

DONA DE CASA - Que isto possa acontecer em todos os lares, no Dia de Natal: Cristo estar presente como o convidado mais importante, abençoando toda a família!

Louvor "Louvor Angelical" (Hino 240 NC)
- Oração Final de Gratidão

Fonte: Idéia cedida pela Aninha da comunidde Culto e EBD infantil.

Aninha diz=> Ano passado o meu devocional para eles foi uma comparação entre papai noel e Jesus.  Ana ornamentei a minha salinha com estrelas grandes pequenas e medias, a maioria foi feita com sobras de cartolinas.Tambem fiz anjinhos com sobras de cartolinas e sobras de arame de artesanato.Fiz um smiliguido de emburrachado,mas pode fazer de camuça e coloquei um gorrinho de papai noel.Acima dele coloquei em letras grandes e vermelhas O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL e tb fiz uma guirlanda de rolo de papel higienico.Para lição vou apresentar a visita dos tres reis magos que descobrem o verdadeiro sentido do natal em forma de peça de teatro.Fazer a dinamica dos presentes.Caixas enfeitadas uma dentro da outra com perguntas na frente e a ultima contem um brinde para ser dividido para todos.Vou fazer uma festinha com biscoitos em formato de sinos,estrelas,pombinhas e bolas.Levar 3 panetone de chocolate e fazer um ponche.A atividade sera o livrinho do agradecimento, eles vao recortar e colar em um bloquinho coisas pelas quais são gratos a Deus.Tb pensei em um amigo mensagem,cada um vai confeccionar um cartao para o amigo sorteado.
Ana Vc tambem pode fazer sinos de garrafa plastica de refrigerante e guirlandas com o fundo das garrafas ou utilizar o meio dela pra fazer folhas e montar outro tipo de enfeite.
 
Comentário=> Aninha, muito boas as suas idéias. Você arrumou mesmo a sala, hein??? Deve ter ficado muito bonito! Gostei das suas idéias, são bastante criativas. Essa sugestão da comparação de papai noel e Jesus é muito boa, fizemos ontem. Foi muito legal. Não vamos nos preocupar muito anoo que vem, já que pudemos contar com tantas idéias colocadas aqui.
Eu agradeço em nome das tias da PIBRO.
Bjim pra todas as nossas colaboradoras e Feliz Natal!
Obrigadão!!!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Artigo - Oito Maneiras de Fazer Fluir a Sua Criatividade

 

"... porém as contarás a teus filhos" (Deuteronômio 4:9)

Sugestão da amiga Sandra.
 
Se, como o autor de Eclesiastes diz, não há nada novo sob o sol, por que outras pessoas parecem sempre apresentar tantas idéias novas e criativas para seus programas com as crianças?


Na verdade, há de fato pouquíssimas idéias criativas novas. Muitas vezes, o truque é emprestar idéias de outras pessoas e redesenhá-las de forma criativa. Apresento oito maneiras de copiar essas idéias e utilizá-las com proveito a fim de poder desenvolver melhor o programa para as crianças em seu ministério.
 

1. Compre revistas.

Pesquise revistas dirigidas a mulheres, crianças, trabalhos manuais e culinária. Faça xerox dos artigos interessantes e coloque-os em prática o mais breve possível em seu ministério.
 

2. Arquive sugestões

Arquive sugestões que poderão ser usadas no futuro. Colecione sugestões de trabalhos manuais, jogos, receitas, atividades e assim por diante. Mesmo se você não estiver segura de como usar uma idéia, guarde-a para uso posterior.
 

3. Visite outros grupos.

Observe as classes nas escolas locais. Visite clubes de crianças como, por exemplo, os escoteiros. Procure saber o que outras igrejas estão fazendo. Muitos professores e líderes de grupos terão prazer em partilhar suas melhores idéias.
 

4. Busque nova utilização para objetos comuns.

Abra as portas dos armários de sua cozinha e pegue qualquer utensílio. De quantas formas este objeto pode ser usado além do óbvio? Pode ser um prato de alumínio que se transforme em címbalo, chapéu, ou disco voador.


Exercite-se no buscar novos usos para objetos comuns. O que você pode fazer com guarnições de portas e janelas? Ou no que pode se tornar um saco cheio de papel picotado do escritório? Anote suas idéias e mantenha-as no seu arquivo.
 

5. Troque idéias com outras pessoas.

Reúna-se com uma ou duas pessoas e abra seu arquivo. Diga: "Tenho aqui um artigo excelente a respeito do uso de balões nos projetos de ciências. Como poderemos relacionar este conteúdo com próximas lições ou atividades?" Não exclua qualquer que seja a idéia. Antes, tente incluí-la ou modificá-la até chegar a uma nova grande idéia que todos aprovem.
 

6. Observe as crianças brincarem.

Observe as crianças brincando em um parque e veja que jogos elas inventam enquanto brincam. Uma nova forma de jogar algum jogo conhecido pode ser criada em sua vizinhança e você será o primeiro a conhecer as regras! Então considere como poderá usar essa nova idéia em sua programação.
 

7. Converse com as crianças.

Isto pode parecer óbvio - você trabalha o tempo todo com elas. Mas as crianças são criativas sem nem mesmo pensar a respeito. Inclua algumas crianças em seu empreendimento de "olhar as coisas sob uma nova perspectiva". Faça o jogo de descobrirem o uso mais inusitado para objetos simples. Pergunte às crianças o que elas acham de sua programação atual. Como poderia melhorar? O que elas apreciam e o que não? Se elas estivessem no comando, o que fariam de forma diferente (além de comerem sorvete todas as semanas)? Leve a sério a contribuição delas. As crianças são seus melhores críticos e os aliados mais criativos.
 

8. Crie lições multissensoriais.

Você pode não ser capaz de levar seus alunos para as entranhas de um grande peixe, mas se meterem sob uma mesa com uma toalha durante a história pode acrescentar algum efeito. Ouvir a respeito de Jesus deitado em sobre uma esteira de palha assume um significado diferente quando as crianças estão sentadas sobre um monte de palha que provoca coceiras. Visualizar as 5.000 pessoas alimentadas por Jesus é muito fácil, se a sua lição ocorrer no centro de um estádio.

Ainda uma palavra final de incentivo: Quanto mais você exercitar sua criatividade, mais fácil isto se tornará. Não há limites!
 

Não há limite para o que sua imaginação pode produzir. Simplesmente tire tempo para permitir-se ser criativo. Lembre-se de que quanto mais você pratica sua criatividade, mais fácil ser-lhe-á essa empreitada.

Autora: Amy Nappa é co-autora criativa do livro 52 Fun Family Devotions (Augsburg Fortress Publishing). Reimpresso mediante permissão da Children's Ministry Magazine, Copyright 1995, Group Publishing, Inc., Box 481, Loveland, CO 80539.

Fonte: [Extraído de Kids' Ministry Ideas, outubro - dezembro de 2004, pp. 28-29.]

 

Tv de papelão

Vamos fazer um programa de televisão?


Vais precisar:
- 1 caixa de cartão do tamanho de um televisor
- 1 tesoura sem bicos
- materiais de desenho – lápis de carvão, marcadores, tintas, etc.
- brinquedos para criar o cenário

 


Como fazer:
1. Começa por recortar o ecrã de televisão: faz um buraco na caixa, à frente

2. Desenha os botões na frente da caixa e pinta a tua televisão de cartão

3. Pensa no teu programa de televisão. O que vais fazer? Um filme, um programa de notícias? Quantos actores vais precisar? Precisas de música?

4. Escolhe os elementos do cenário, que é tudo aquilo que se vai ver no programa

5. Faz um buraco na parte de cima da televisão para poderes colocar os elementos do cenário

6. Agora que esta tudo pronto, podes fazer o teu programa de televisão. Convida alguém para assistir.


Para os teus pais:
Esta actividade ajudará a criança a reflectir sobre os programas que vê na televisão. Mesmo acompanhando, diariamente, o que a criança vê na televisão, nem sempre conseguimos perceber quais as implicações efectivas que os programas têm na sua vida emocional: assuntos que não consegue compreender ou compreende mal, coisas que lhe metem medo e ela não é capaz de explicar, etc. As actividades de faz-de-conta ajudam a criança a exprimir muitas destas emoções e, se focarmos essa actividade no conteúdo televisivo, podemos compreender alguns dos efeitos que esses conteúdos podem ter na sua vida.

 

Outras tipos e formas de fazer vc encontrará em:

http://escoladominical.net/forum/viewtopic.php?f=58&t=2957

Berçário - Ensinando bebês?

 

Você já ouviu alguma destas frases de alguém?

1.Ensinar bebês? Eles não entendem nada!
2. Não há necessidade de preparo, boa vontade serve!
3. Gastar espaço e dinheiro com bebês? Que desperdício!
4. Alimentando e trocando a fralda, esta ótimo, mais pra que?
5. Não se preocupe, qualquer cantinho serve pra acomodar os bebês
6. Olhando os bebês, para os pais assistirem o culto sossegados, esta ótimo.

Ou... você mesma já pensou assim?

Vejamos alguns argumentos para justificar o trabalho com bebês na igreja, criando um espaço para os mesmos chamado : BERÇÁRIO.


1. Desde a gestação o feto precisa de cuidados através de sua mãe (alimentação, acompanhamento médico, vitaminas, amor, carinho, oração. benção, etc..) porque deveria deixar de recebê-los quando nascesse?

2. Psicólogos e pedagogos afirmam que os 6 primeiros anos de uma criança são a base para todo o desenvolvimento mental, emocional e físico, e o desenvolvimento espiritual, onde fica?

3. Se a ciência comprovou que um feto aprende no útero e dependendo da estimulação e investimento que é dado a um bebê ele vai longe, porque tanto descaso com os bebês na vida espiritual, e na igreja?
 
4. Satanás busca ferozmente atacar uma vida desde o ventre, angariando pactos com mulheres gestantes que oferecem seus bebês a ele. Satanás não perde tempo, sabendo que o investimento é na raiz de uma árvore frondosa e não em suas folhas.

5. Os maiores assassinatos que a Bíblia relata no velho testamento são a matança dos meninos hebreus à mando de Faraó, onde Moisés foi poupado ( Êxodo 1:15 a 22 ) e no novo testamento a matança de todos os meninos de Belém e arredores, de 2 anos para baixo (Mateus 2:16 a 18). Porque nas duas matanças não foi ordenado matar adolescentes, jovens ou adultos? E sim bebês e crianças tão pequeninas?

6. Devido a percepção e sensibilidade de um bebê, as coisas que acontecem marcam suas vidas. Quando ele vai a igreja e encontra pessoas preparadas e amorosas a sua espera em um ambiente limpo e alegre, ele terá a impressão de que a igreja realmente é um lugar feliz e onde ele é amado, caso contrário que marcas ficarão? (Não me espanto ao ver tantas crianças pequeninas não gostarem de ir a igreja e chorarem na sala onde são obrigadas a ficar durante o culto...).

7. Nesta fase tudo contribui para moldar a personalidade e o desenvolvimento da criança, não deveria a igreja ser uma dessas influências?
 
8. A rapidez do crescimento é assustadora nessa fase, a criança nasce sem poder erguer a cabeça e em 2 anos já pode andar, correr, pular! São grandes progressos, aprendizados e conquistas, para toda uma vida, em um curto espaço de tempo. Vamos deixar a formação espiritual passar em brancas nuvens?

9. Os espíritas fazem muitos cursos para gestantes, para evangelizar as mães no kardecismo, preparando-as para levar seus filhos pelo mesmo caminho, fazem passes no feto dentro do ventre, não perdem uma oportunidade para arrebanhar a criança e sua família, o que temos feito como igreja de Cristo Jesus a este respeito?

10. Algumas bases bíblicas: Mateus 21:16 / Salmos 8:2 / Samuel 1:11 e 1:27 / Jeremias 1:5 / Moisés 1:22 e 22 / Juízes 13: 2 a 12 / Lucas 2:52 / Lucas 1:80 / Lucas 1:41 / Lucas 1: 13 a 17

Profa Claudia Guimarães

Trecho extraído da apostila do curso:
"No Berçário também se aprende!"
 
Comentários de membros da comunidade culto e EBD do orkut:
 
Aline diz=> É muito bom....
Sou professora da escola dominical no berçario, amo ensinar esses bebês e eles cada dia me surpreende mais, pq vejo q cada dia eles aprendem uma unica coisinha, mas aprendem os q nao falam fazem gestos, os q estão aprendendo a falar cantam, todos desenham e colorem e sempre entendendo o amor de Deus a todos. Gostei muito do q vc disse e concordo q se cada igreja tivesse esse trabalho e levasse pra frente seria maravilhoso. Amo meus Bebês!
 
Ana diz => Para todos os que querem complementar seus saberes, vou indicar algumas literaturas:

Unidades de Ensino para crianças de 0 a 3 anos da UFMBB (União Feminina Missionária Batista do Brasil) - Tem 5 Volumes.
Este livro traz sugestões de culto pra menores. Ao longo da execução destes, conforme orientação literária, vc vai aprendendo a lidar melhor com essa faixa etária.

A Criança de 0-3 anos (orientação para o ensino) - Silvana Cristina Rego e Peggy Jo Smith. Da UFMBB, também.
Este aborda os seguintes temas:
-Porque ensinar crianças dessa faixa etária?;
-A criança de 0-3 anos e seu desenvolvimento;
-Salas e equipamentos (Como deve ser as salas que abrigarão essa faixa etária);
-O professor de crianças de 0-3 anos;
-Planejamento e ação;
-O Lar, a criança e a igreja (Visitação).

Eu desconheço outra literatura evangélica que aborde o tema. Se alguém conhece pode postar aqui.

Bjs pra todos!

Ana
 
Sandra diz=> Aprenda mais como trabalhar na EBD com as crianças do Berçário:
- Apostilas
- Indicação de lições bíblicas
- Corinhos
- Informações pedagógicas
- Atividades....... pesquise no Portal da Escola Dominical:


=> http://escoladominical.net/forum/viewforum.php?f=52
 
Daiane diz=> Bom me chamo Daiane e desenvolve trabalho com professores de berçário da minha igreja, e gostaria de ter contatos com professores de berçário, pois assim desenvolveremos um bom trabalho, ou seja trocas de experiencias!!!

.OBS: Gostaria também de te-las em meu orkut, me add dizendo berçário .
.
ADESAL KIDS- BERÇÁRIO (MINHA COMUNIDADE)

.
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=32544223.
.
Adoria te-las na comunidade, Deus vós abençoe!!

DEVEMOS COMPARTILHAR O QUE AGENTE TEM !!!!

Daiane
 
 
 

Festinha - Não a Cosme e Damião e sim a Deus!

Festinha - Não a Cosme e Damião e sim a Deus!

Culto da Rede de Crianças - Dia 23/09/2006

Preparação:
• Confeccionar painel com doces, como pirulito, balas, bombons para decorar a igreja.
• Confeccionar um saquinho com doces diversos e um recadinho lembrando da ministração.
 

Lição:Cosme e Damião

Imagine só um pacotão de balas e doces?
Bala de leite, morango, uva, framboesa e até de melão e café.
Dá água na boca só de pensar, não é mesmo?
E se alguém colocasse um pacotão de balas desse na sua frente e você tivesse que escolher entre satisfazer a sua vontade, ou obedecer à vontade de Deus, o que você faria?
a) Pegaria as balas sem me importar se Deus se agradaria ou não da minha atitude.
b) Chuparia todas as balas e depois escovaria os dentes para evitar a cárie.
c) Não pegaria as balas, pois é melhor agradar a Deus mais do que a mim mesmo.
O livro de Daniel que está na bíblia sagrada, conta a história da Daniel e seus amigos que preferiram agradar a Deus, deixando de comer as deliciosas comidas oferecidas por um rei, justamente para não se contaminarem. Saiba que Deus se agradou da atitude deles e os abençoou com muita inteligência e beleza. Que tal você ler o livro de Daniel? É muito interessante!
Você sabia que existe uma data, onde um grupo de pessoas distribui muitos doces para as crianças? São balas, chicletes, pirulitos, pé-de-moleque, etc. É que em 27 de setembro eles comemoram o dia de Cosme e Damião.
Mas, afinal de contas que dia é este, e quem são estes tais de Cosme e Damião?
Cosme e Damião eram gêmeos, nasceram na Arábia, seus pais eram crentes em Cristo eles também se tornaram seguidores de Jesus.
Esses dois irmãos cresceram, e foram estudar medicina num lugar chamado Síria.
Quando eles se tornaram médicos, passaram a tratar das pessoas e não cobravam nada pelo serviço, além disso, aproveitavam para falar do amor de Deus para seus pacientes.
Um imperador chamado Diocleciano, que não gostava dos cristãos, ordenou que seu comandante chamado Lísias torturasse os dois irmãos.
Este comandante ordenou para Cosme e Damião que se curvassem diante de uns ídolos (imagens de esculturas), mas, como eles já sabiam que Deus não se agradava disso, não obedeceram.
Eles se lembraram do que está escrito em Êxodo 20:4-5 – "Não farás para ti imagens de esculturas, nem figura alguma do que há em cima do céu, nem embaixo na terra, nem nas águas embaixo da terra. Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque Eu, o Senhor teu Deus, Sou Deus zeloso".
Sabe o que aconteceu?
Cosme e Damião foram mortos por não terem orado e nem adorado aquelas imagens.
Isso aconteceu no ano de 283 depois de Cristo, Como você pode ver, já faz um tempão que isso aconteceu, há pelo menos 1.723 anos atrás.
E agora?
Muitas pessoas que não conhecem a verdade, nem sabem direito quem foram Cosme e Damião, fazem imagens de escultura dos dois irmãos e os adoram.
Aquelas balas e doces que eles distribuem para as crianças são oferecidas primeiro para ídolos (imagens de Cosme e Damião – são chamados de ibejis ou êres, espíritos de crianças) como pagamento por alguma promessa feita.
Tudo isso é feito em um terreiro de umbanda e candomblé com rezas e danças, onde esses adoradores de Cosme e Damião bebem muita cachaça e fumam uns charutos. Será que Cosme e Damião aprovariam tudo isso?
Com certeza que não, pois, eles eram seguidores de Jesus e obedientes a Deus e nunca aprovariam que fossem feitas imagens deles e muito menos um culto e adoração que deve ser feito somente a Deus.
Jesus disse: "Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele darás culto." (Mateus 4:10)
O problema não está nas balas, mas sim no fato festas balas e doces terem sido oferecidos a ídolos.
A palavra de Deus diz: "Fujam da idolatria" (I Coríntios 10:14). Tudo aquilo que é oferecido aos ídolos é na verdade "oferecido aos demônios e não a Deus, e não quero que vocês tenham comunhão com os demônios." (I Coríntios 10:20) é o que recomenda a palavra de Deus.
Agora que você sabe de onde é que vêm estas balas e doces, o que fará quando alguém oferecer a você doces, no dia de Cosme e Damião?
É muito difícil resistir à tentação de pegar um pacote cheio de doces, mas, os seguidores de Jesus devem seguir o exemplo Dele e obedecer a Deus.
Certa vez, satanás veio tentar a Jesus, depois Dele jejuar quarenta dias e quarenta noites.
O diabo viu que Jesus estava com fome, então mandou que Ele transformasse as pedras em pães para que pudesse comer.
Sabe o que Jesus fez? Disse para satanás: "Não só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus." (Mateus 04:04)
O diabo continuou tentando Jesus, mas vendo que não teria sucesso, foi embora.
Faça como Jesus, resista à tentação!
Leia o que está escrito em Tiago 04:07 – "Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo e ele fugirá de vós."
Se você gosta muito de balas e doces, que tal começar a juntar algumas moedas, assim você poderá ir escolher e comprar os doces que mais gosta.
Mas cuidado hein! Muito doce dá dor de barriga e provoca cáries!
 

Artigo - Mensagem Subliminar

Matéria postada em 02/12/2005 na Comunidade

Mensagem subliminar

TV só depois dos 2 anos
"As primeiras experiências sensoriais na infância são tão importantes e marcantes, que tais impressões são as últimas a sobreviverem, quando o cérebro se desorgani-za diante da senilidade, apoplexia, traumatismos físicos e mentais e outros aconte-cimentos psicofísicos. São também as primeiras a voltarem à recordação, após pe-ríodo de amnésia. Comprova-se assim quão fortes e persistentes são as imagens e impressões vivenciadas e presenciadas na infância" Dr. Bernardino Mendonça Car-leial - Psicólogo e Clínico, enunciando um princípio da Medicina de enorme alcance para a formação da infância.
Crianças de menos de 2 anos não devem ver TV, e as crianças maiores e os adoles-centes não devem ter TV no quarto. Essas são algumas das recomendações de um estudo divulgado na semana passada pela Academia Norte Americana de Pediatria. De acordo com o estudo, a TV pode afetar a saúde física e social dos jovens. No caso dos bebes, a TV não é indicada pois é uma atividade na qual há pouca intera-tividade com os pais e com outras pessoas. A educadora Peggy Charren, da Ação pela TV das Crianças, entidade que luta por uma melhora na qualidade da progra-mação da televisão dos EUA, engrossa o coro dos que recomendam aos pais que não deixem seus filhos ver TV antes dos 2 anos. (Folha de S.Paulo-10/08/99).

Teletubbies

E o que falar da influência dos "Teletubbies"? Os personagens do seriado infantil inglês viraram ícones gays em quase todo mundo. Entre todos os personagens da série , Tinky Winky é o favorito dos homossexuais. Ele tem na cabeça um tipo de antena em forma de triângulo de cabeça para baixo, que dentre tantos significados, simboliza o movimento G.L.S (Gays, Lésbicas e Simpatizantes). Além disso, é de cor roxa, com a qual os homossexuais se identificam bastante e para completar ainda carrega uma bolsinha, evocando o estereótipo. Na série, ela é a sua 'mala mágica'. Repare que é um personagem masculino, porém fala fino e tem trejeitos efeminados.
Certamente você deve estar se lembrando de Gasparzinho, o 'fantasminha camara-da' que nunca teve namorada. (Revista Veja 12/mai/99).
Os Desenhos (muito) Animados:
Nunca os Desenhos Animados ocuparam tanto o tempo e as mentes das crianças e dos adolescentes, quanto nestes últimos anos. Quando a garotada está se cansan-do das infindáveis repetições de um desenho, um outro é lançado e com ele, um enorme pacote de bugigangas, como estojinhos, mochilas, sapatinhos, cadernos, relógios, super-escudos, armaduras e é claro: as armas! É o merchandising se fa-zendo presente de novo.
Listaremos a seguir os principais desenhos, de acordo com sua influência no sub-consciente, fato que leva os pequenos e também os adolescentes ao consumo de-senfreado, ao vício, e por que não, à violência?
 

Caverna do Dragão

Um dos desenhos de maior sucesso da TV brasileira. O desenho na verdade nasceu de um jogo de RPG, "Dungeons & Dragons".
O FINAL DE "CAVERNA DO DRAGÃO" - Mestre dos magos é o Demo. A história é tão sinistra que é difícil não se surpreender. Segundo o boato, o dragão Tiamat seria na verdade um anjo, enviado para dizer que os garotos nunca conseguiriam retornar ao seu mundo... porque eles estavam mortos! Após um acidente fatal na monta-nha-russa, Hank e seus amigos morreram e foram destinados a permanecer para sempre no inferno. Lá eles estariam sendo vítimas das maldades do Demônio, que aparecia ora na forma de Vingador, ora na forma de Mestre dos Magos. Para auxili-ar seu trabalho, o Coisa-ruim tinha a ajuda de Uni, que sempre impedia as crianças de retornar para a Terra. Esta trama macabra foi amplamente divulgada na Inter-net e tão bem contada que muita gente passou a tomá-la como sendo verdadeira. Para acabar com as dúvidas, a Herói 2000 conversou com dois roteiristas e o cria-dor do desenho, que concordaram em uma coisa: é tudo papo furado! > Gary G-yrax, produtor e criador de Caverna do Dragão, é quem define: "Não há verdade alguma nisso. Nenhum episódio assim foi produzido. Tiamat não é um anjo e nem ajuda de maneira nenhuma". Já Mark Evanier, um dos roteiristas da série, é mais enfático: "Isto é completamente falso! Apesar de vários finais possíveis terem sido discutidos, nenhum último episódio foi realmente produzido". O escritor Michael Reaves, roteirista de oito episódios, completa: "Caverna do Dragão foi um desenho muito sombrio para sua época - tanto quanto é Gárgulas hoje. Nós o levamos o mais longe possível para um programa infantil". Apesar de Caverna ter sido um desenho à frente de seu tempo, Reaves diz que não haveria chance nenhuma de uma história deste tipo ter ido ao ar: "Os garotos não ficaram presos no inferno, nem o Mestre dos Magos é o demônio ou coisa parecida. Essa história toda é ab-surda", diz. Mas então, qual é a verdade afinal? [EXTRAÍDO DA REVISTA HERÓI 2000]
 

Caverna do Dragão 2

O Verdadeiro Final
Ao final do terceiro ano da série, a CBS decidiu colocar no ar um episódio que en-cerrasse a temporada. Michael Reaves escreveu aquele que pode ser considerado o verdadeiro último capítulo da série: Requiem. "Este episódio foi escrito de forma que tivesse um duplo sentido, ambíguo e triunfante: se o desenho não continuasse, o final seria satisfatório; se continuasse, o episódio serviria de trampolim para uma nova direção". Reaves finalizou o Script de Requiem em maio de 1985. Para sua surpresa (e a de todos), a série foi encerrada bruscamente e este roteiro acabou nunca saindo do papel. Gary Gyrax explica o fato: "Em 85, a equipe do desenho se reuniu com os executivos da Marvel e da CBS e foi decidido que a série continuaria na temporada seguinte. Os seis garotos - mais velhos e experientes - seriam cha-mados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. Três s-cripts do desenho foram feitos e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS junto com a Marvel decidiu não continuar mais com o desenho. A nova série acabou cancelada antes mesmo de ser produzi-da". Caso resolvido e encerrado
 

Caverna do Dragão 3

O Final que Ninguém Viu
Requiem pode ser considerado o verdadeiro final de Caverna do Dragão. Escrito há quase quinze anos, a história traz algumas revelações surpreendentes e um desfe-cho que certamente agradaria os fãs. "Eu gostaria que o episódio se chamasse Re-demption (Redenção), mas a emissora achou que este nome dava muito na cara", diz Michael Reaves. Com a série cancelada, o roteiro nem chegou a virar desenho. O script pode ser lido na íntegra no site do escritor (http://www.mindspring.com/~michaelreaves/Requiem.htm) . Veja o resumo da história: O episódio inicia com os seis garotos enfrentando uma hidra. O Mestre dos Magos aparece durante a briga mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranha-mento geral. Mais tarde, o Vingador surge e apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abis-mo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após quase morrerem em um vulcão, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante, Eric usa a chave em uma fechadura e salva seus amigos da morte certa. Isso faz o Vingador se transformar em sua forma real (um cavaleiro) e se revela filho do Mestre dos Magos. Com o Vingador libertado, os garotos ganham a opção de voltar para seus lares. O episó-dio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, dei-xando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte.
 

Dragon Ball

Animação japonesa, com muita pancadaria e esquisitices, cuja temática são as Ar-tes Marciais, já virou febre, não só entre as crianças, mas também entre os adoles-centes.O desenho é o mais assistido atualmente da TV paga (Cartoon Network), com audiência média de 9 pontos (lembrando que cada ponto, equivale a 80 mil telespectadores). O desenho estreou no Japão (pra variar...) em 1986 e levou 10 anos para desenrolar-se em três fases: - Dragon Ball, Dragon Balll Z e Dragon Ball GT. O desenho, que também faz sucesso na TV aberta, em sua trama mirabolante, mistura alienígenas, dragões e uma dose de simbologia ocultista. O personagem principal é Goku, um garoto que sai pelo mundo em busca de 7 esferas de cristal que, quando juntas, invocam um dragão (Shen-lon) que satisfará seus desejos. A história tem também um Mestre (este não podia faltar) que o fará um grande luta-dor, de quebra, um demônio chamado Piccolo. A febre também atingiu as histórias em quadrinhos e, 130 mil revistas já são vendidas mensalmente, sem falar, é claro, dos games, brinquedos e outras quinquilharias com o personagem. Pode-se obser-var também, a inserção subliminar do número 666, também conhecido como 'nú-mero da besta', na porta do carro do personagem Mr. Satã. (Revista Veja-18/07/01)
 

Digimon

Animação japonesa que segue os mesmos moldes de todas anteriores. Não faltam seres sinistros encapuzados, monstros, e um enredo que envolve os pequenos pe-las sequências das cenas, das cores utilizadas e a trama, sempre envolvente. Anali-samos um episódio de Digimon e, numa cena quase que imperceptível, quando pausada em "slow motion" verificamos a presença de uma simbologia bastante complexa, numa antiga mesa de pedra. Nela havia várias inscrições entalhadas de Pentagramas (o signo mais antigo do satanismo) e, do lado direito, um esquado entrecortado por um compasso, ícones maiores da maçonaria. Depois de fazermos inúmeros testes com públicos de diferentes idades em nossas palestras, ficou com-provada a eficiência desta inserção subliminar.
 

Pokémon

Criados pelo japonês Satoshi Tajiri, que,quando pequeno, além de criar insetos, tinha uma fixação:ser entomologista. Com seus sonhos frustrados devido à ocupa-ção imobiliária de seu país, no final da década de 70 com a construção de grandes shoppings nas áreas de agricultura do arroz, Tajiri, criou os Pokémons na forma de lagartas, traças e caranguejos, espalhados por bosques e rios virtuais. Com a ajuda de um amigo, Pockémon virou um game em 1996, quando o projeto foi comprado pela Nintendo.(Revista Época-27/12/99). Dado o sucesso do jogo, logo se trans-formou em Desenho Animado e, em seguida, filme, ou melhor "O Filme" que, até o início de dezembro de 99, ou seja, com poucos meses de lançamento, já havia ar-recadado US$ 80 milhões. Quanto às suas influências, visite as seções "Nos Games" e "Notícias".
Alguns casos relacionados à influência da TV.
• Na tarde do dia 16/dez/97, quase 12 mil crianças japonesas foram afetadas pelas cenas de Pokémon, desenho animado que nasceu de um mini-game, virou desenho animado e depois filme no cinema. Do total das pessoas afetadas pelo de-senho Pokémon, que é uma junção das abreviatura de Pocket (bolso) e Mon (mons-ter=monstro), 700 precisaram ser internadas em hospitais locais no Japão. Elas foram vítimas de ataques de um caso raro de epilepsia, chamado de Epilepsia Fo-tossensível provocados pela explosão de flashes coloridos, em golpes luminosos desferidos contra Pikachu e seus colegas. O bombardeio de luzes teria provocado esta espécie de ataque epilético. Este fato fez com que Pokémon fosse tirado do ar durante quatro meses. (Revista Época-27/12/99) Leia mais a respeito desta causa, em "Perigo à Vista" na Seção "Nos Games".
 

Pokemón 2

• Ainda sobre os 'Pokémon': Quatro alunos de segundo grau foram presos na Filadélfia, por atacar outros estudantes a fim de furtar cartões com exemplares de Pokémon. Um estudante de 14 anos, foi esfaqueado em Quebec, no Canadá, em uma briga também pelos cartões. Na Carolina do Sul, um menino foi acusado de quebrar uma vitrine para roubar cartões no valor de 250 dólares. (Revista Educa-ção). Este desenho foi banido da TV na Turquia. O governo tomou esta medida de-pois que duas crianças morreram depois de se jogarem da varanda dos apartamen-tos onde moravam. Elas teriam feito isso influenciadas pelos superpoderes dos per-sonagens dos desenhos. Mais detalhes na seção:"Notícias".Veja mais sobre Poké-mon, na seção: "Nos Games".
 

Brinquedo assassino - o filme

Em Fev/00, o país assistiu chocado a uma cena brutal. O menino D.J.G, de 9 anos, deu 40 facadas nas costas de sua amiga M.D.N., de 7 anos, enquanto assistia a um programa de TV. O menino disse à polícia que agiu inspirado no filme "Brin-quedo Assassino", que havia visto na televisão uma semana antes. No filme, o boneco Chucky 'incorpora' o espírito de um criminoso e passa a matar as pessoas. Trata-se de uma produção americana de 1988 que fez tanto sucesso que teve mais duas continuações, uma delas a 'Noiva de Chucky'. A menina só não morreu porque a faca utilizada era dentilhada, o que dificulta a penetração da mesma no corpo. (Jornal da Tarde-10/fev/00, Revista Educação mar/00)
 

Power Rangers

Os Power Rangers foram proibidos no Canadá . A Corte Suprema chegou a conclusão que a maioria dos crimes na adolescência era devido a influência deles. Foram criados por uma seita satânica no Japão - Iokamura em 1972. Um garoto estava brincando no Panamá, com os P.Rangers das 8 as 12 hs, quando caiu e co-meçou a retorcer-se. Levantou-se, pegou uma faca e tentou matar o irmão de 2 meses e dizia "No Risen to live" - Não há razão para viver.; conforme a tradução que vai para o Panamá. Crianças no Panamá estão se suicidando por causa dos Power Rangers.(Dr.Josue Yrion -USA-97).
 

Depoimento do Kadu

Agora, preste mais atenção ainda nas declarações feitas pelo ator Kadu Moliterno, 47 anos, da Rede Globo, que tem toda a sua carreira associada às emissoras de TV, desde que estreou há 29 anos em 'As Pupilas do Senhor Reitor': "Ela (a TV) só se preocupa com a guerra suja do Ibope e se esquece de educar as crianças. Não dei-xo meus filhos assistir nem às minhas novelas. São cheias de maus exemplos ! Ele não permite que seus filhos assistam a programas superconhecidos das crianças de sua idade (2, 5 e 7 anos), como: Planeta Xuxa, Angel Mix e personagens como Tia-zinha e Ratinho.(Revistas Ana Maria e Contigo). Os programas infantis, que fre-qüentemente mostram dançarinas seminuas, apresentadoras sensuais, entrevistas maliciosas e piadas picantes, geralmente relacionadas à sexo, induzem as crianças à imitação e terem um comportamento semelhante. "...É preciso também ficar a-tento quando sua filha começa a se identificar com Xuxa, Angélica ou outros ídolos criados pela televisão...A menina que traça esse tipo de programa como padrão de comportamento está desenvolvendo um desejo sexual de uma garota de 16 anos. Ela já sabe o que é uma relação sexual ou um beijo na boca. O que os pais têm de fazer é questionar essas fixações e oferecer outros modelos".
 
(Carlos M.Alvarez, professor e psicanalista que estuda o tema há 8 anos)
 
Comentários...
 
Aninha diz => Os novos desenhos vem com tudo
O clube das winxs(bruxaria) (cartoonetwork)Withc (bruxaria)(Jetix)Dragon boster,Berblayde as terriveis aventuras de Billy e mandy.Tres espiaes demais.Tem uma serie de desenhos,filmes,propaganda.veja a do silencio dos inocentes.Os brinquedos de hj tambem influenciam.Midia e desenvolvimento infantil este talvez seja o meu tema da monografia do seminario
 
Ana => 4 anos depois de postar essa matéria aqui, muita coisa mudou nas Tvs. Existem alguns desenhos muito educativos, inclusive eu assisto alguns com meu filho de 1 ano e 9 meses. É interessante vc avaliar isso e, caso vc utilize o serviço de creche, procure averiguar o que é passado pra criança naquele ambiente.
Meu filho costuma assistir de manhã os desenhos da Fox life, mais pra essa faixa etária. São muito educativos. Tem o Baby chef e outros interessantíssimos. Além desse canal existe o Discovery kids, muito instrutivo, também.
Na minha época de criança eu abominava o pica-pau, não gostava e não sabia explicar o porquê. Hoje sei que ele exprime muito da malandragem carioca, isso me irrita. Eu nem deixo o meu filho ver, fico com receio que ele tome as atitudes deste desenho como normais.
E vcs, o que acham?
 
 

Páscoa - 3 dicas para a páscoa.... - irmã Andrea

A irmã Andrea (http://seguindoparaoalvo.com.br/nationalspire/confirm.php?E=anadbf%40yahoo.com.br&C=24086c7ac1b858876d3d1ecc6635100a ) deixou uma dica muito válida sobre Páscoa na nossa comunidade do orkut. Vou transcrevê-la aqui. Aproveito pra registrar mais uma vez meus agradecimentos a Andrea pela disponibilidade em compartilhar idéias e materiais conosco. Que Deus a Abençôe!
 

Andrea => 3 dicas para a páscoa....


Amadas tenho 3 dicas para a páscoa:

1. O DVD- os Vegetais-Um conto de páscoa. Vc. encontra em: www.videolar.com-paguei 29,00-ai vcs fazem uma sessão se cinema na páscoa.....chic né???rsrsrsr

2. No site: www.criancasdt.com.br no item sites especiais tem a sessão de páscoa.Muito bem feito a apresentação sobre o que é a pascoa e os simbolos.Vcs. podem usar um projetor, ou retro-projetor ou imprimir em folhas e colar em color set para ilustração da aula!!!

3. a"bendita" lembrancinha: Sem ovos né!!!??
Vcs podem preparar mini -paezinhos e suquinhos de uva dentro de vidrinhos tipo de perfume( aqui em sp esses vidrinhos custam centavos). e ai vc aproveitam e ensinam sobre a ceia.
E tem sempre uma irmã abençoada nas nossas igrejas que podem fazer esses mini paezinhos....simples mesmo e coloca tudo dentro de um saquinho transparente as crianças amam!!!!!

E ai o que acharam????? rola?????
 
Ana =>Amei a dica, Andrea, excelente!
Este programa cai muito bem para os Juniores, também.
Quem tiver mais dicas ou fizer essa programação venha depois dar depoimento, ok?
Bjs pra todos!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Cursos para aperfeiçoamento do Ministério Infantil 2009

E você, já fez a sua inscrição???
Boa sorte!!!
Ana

Texto - O amor segundo crianças de 4-8 anos

 

 

Esta foi uma pesquisa séria feita por profissionais de educação e psicologia com um grupo de crianças de 4 a 8 anos.

"AMOR É QUANDO ALGUÉM TE MAGOA, E VOCÊ, MESMO MUITO MAGOADO, NÃO GRITA, PORQUE SABE QUE ISSO FERE SEUS SENTIMENTOS".
(MATHEW, 6 ANOS)

"QUANDO MINHA AVÓ PEGOU ARTRITE, ELA NÃO PODIA SE DEBRUÇAR PARA PINTAR AS UNHAS DOS DEDOS DO PÉ. MEU AVÔ, DESDE ENTÃO, PINTA AS UNHA PARA ELA. MESMO QUANDO ELE TEM ARTRITE". (REBECCA, 8 ANOS)


"AMOR É QUANDO UMA MENINA COLOCA PERFUME E O MENINO COLOCA LOÇÃO
PÓS-BARBA, E ELES SAEM JUNTOS E SE CHEIRAM".
(KARL, 5 ANOS)


"EU SEI QUE MINHA IRMÃ MAIS VELHA ME AMA, PORQUE ELA ME DÁ TODAS AS SUAS
ROUPAS VELHAS E TEM QUE SAIR PARA COMPRAR OUTRAS".
(LAUREN, 4 ANOS)
 
"AMOR É COMO UMA VELHINHA E UM VELHINHO QUE AINDA SÃO MUITO AMIGOS, MESMO SE CONHECENDO HÁ MUITO TEMPO". (TOMMY, 6 ANOS)

"QUANDO ALGUÉM TE AMA, A FORMA DE FALAR SEU NOME É DIFERENTE'. (BILLY, 4 ANOS)
 
"AMOR É QUANDO VOCÊ SAI PARA COMER E OFERECE SUAS BATATINHAS FRITAS,
SEM ESPERAR QUE A OUTRA PESSOA TE OFERECA AS BATATINHAS DELA".
(CHRISSY, 6 ANOS)


"AMOR É O QUE ESTÁ COM A GENTE NO NATAL, QUANDO VOCÊ PÁRA DE ABRIR OS PRESENTES E O ESCUTA".
(BOBBY, 5 ANOS)


"SE VOCÊ QUER APRENDER A AMAR MELHOR, VOCÊ DEVE COMEÇAR COM UM AMIGO QUE VOCÊ NÃO GOSTA". (NIKKA 6 ANOS)


"QUANDO VOCÊ FALA PARA ALGUÉM ALGO RUIM SOBRE VOCÊ MESMO E SENTE MEDO QUE ESSA PESSOA NÃO VENHA A TE AMAR POR CAUSA DISSO, AÍ VOCÊ SE SURPREENDE, JÁ QUE NÃO SÓ CONTINUAM TE AMANDO, COMO AGORA TE AMAM MAIS AINDA". (SAMANTHA, 7 ANOS)
 
"HÁ DOIS TIPOS DE AMOR, O NOSSO AMOR E O AMOR DE DEUS, MAS O AMOR DE DEUS JUNTA OS DOIS". (JENNY, 4 ANOS)


"AMOR É QUANDO A MAMÃE VÊ O PAPAI SUADO E MAL CHEIROSO E AINDA FALA QUE ELE É MAIS BONITO QUE O ROBERT REDFORD". (CHRIS, 8 ANOS)


"DURANTE MINHA APRESENTACÃO DE PIANO, EU VI MEU PAI NA PLATÉIA ME ACENANDO E SORRINDO. ERA A ÚNICA PESSOA FAZENDO ISSO E EU NÃO SENTIA MEDO". (CINDY, 8 ANOS)


"AMOR É QUANDO VOCÊ FALA PARA UM GAROTO QUE LINDA CAMISA ELE ESTÁ VESTINDO E ELE A VESTE TODO DIA". (NOELLE, 7 ANOS)
 
"NÃO DEVERÍAMOS DIZER EU TE AMO A NÃO SER QUANDO REALMENTE O SINTAMOS. E SE SENTIMOS, ENTÃO DEVERÍAMOS EXPRESSÁ-LO MUITAS VEZES. AS PESSOAS ESQUECEM DE DIZÊ-LO". (JESSICA, 8 ANOS)

"AMOR É SE ABRAÇAR, AMOR É SE BEIJAR, AMOR É DIZER NÃO" (PATTY, 8 ANOS)


"AMOR É QUANDO SEU CACHORRO LAMBE SUA CARA, MESMO DEPOIS QUE VOCÊ DEIXA ELE SOZINHO O DIA INTEIRO". (MARY ANN, 4 ANOS)


"QUANDO VOCÊ AMA ALGUÉM, SEUS OLHOS SOBEM E DESCEM E PEQUENAS ESTRELAS SAEM DE VOCÊ". (KAREN, 7 ANOS)
 
"DEUS PODERIA TER DITO PALAVRAS MÁGICAS PARA QUE OS PREGOS CAÍSSEM DO CRUCIFIXO, MAS ELE NÃO DISSE ISSO.
ISSO É AMOR".
(MAX, 5 ANOS)


Revisado por Dani *Lara*

Texto ficcional sobre o aborto.

Texto sobre o aborto

"Oi mamãe, tudo bom?
Eu estou bem, graças a Deus. Faz apenas alguns dias que você me concebeu em
sua barriguinha.
Na verdade, não posso explicar como estou feliz em saber que você será minha
mamãe. Outra coisa que me enche de orgulho é ver o amor com que fui
concebido.
Tudo parece indicar que eu serei a criança mais feliz do mundo.
Mamãe, já se passou um mês desde que fui concebido e já começo a ver como o
meu corpinho começa a se formar, quer dizer, não estou tão lindo como você,
mas me dê uma oportunidade!
Estou muito feliz! Mas tem algo que me deixa preocupado...
Ultimamente me dei conta de que há algo na sua cabeça que não me deixa
dormir, mas tudo bem, isso vai passar, não se desespere.
Mamãe, já se passaram dois meses e meio, estou muito feliz com minhas novas
mãos e tenho vontade de usá-las para brincar.
Mamãezinha me diga o que foi? Por que você chora tanto todas as noites?
Porque quando você e o papai se encontram, gritam tanto um com o
outro? Vocês não me querem mais ou o que? Vou fazer o possível para que me
queiram...
Já se passaram 3 meses, mamãe, te noto muito deprimida, não entendo que está
acontecendo, estou muito confuso.
Hoje de manhã fomos ao médico e ele marcou uma visita para amanhã.
Não entendo, eu me sinto muito bem... por acaso você se sente mal mamãe?
Mamãe, já é dia, onde vamos? O que está acontecendo mamãe?
Porque chora? Não chore, não vai acontecer nada... Mamãe, não se deite,
ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com
minhas mãozinhas.
Ei!!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha? É um
brinquedo novo? Olha!!!!! Ei, porque estão sugando minha casa?
Mamãe!!! Espere, essa é a minha mãozinha!!! Moço, porque a arrancou?
Não vê que me machuca??Mamãe, me defenda!!!!
Mamãe, me ajude!!!
Não vê que ainda sou muito pequeno para me defender sozinho??
Mãe, a minha perninha, estão arrancando!!! Diga para eles pararem, juro a
você que vou me comportar bem e que não vou mais te chutar.
Como é possível que um ser humano possa fazer isso comigo?
Ele vai ver só quando eu for grande e forte ai mamãe, já não consigo
mais....ai.... mamãe, mamãe, me ajude....
Mamãe, já se passaram 17 anos desde aquele dia, e eu daqui de cima observo
como ainda te machuca ter tomado aquela decisão.
Por favor, não chore, lembre-se que te amo muito e que estarei aqui te
esperando com muitos abraços e beijos.
Te amo muito!!
Seu bebê."
Participe você também dessa campanha TODOS CONTRA O ABORTO.
Passe esse texto para frente e poderemos salvar outras vidas.
 

Artigo - Liderança

 

Dicas para os que lideram pessoas


1. Comunique-se com as pessoas que você chefia ou supervisiona, deixando-as à vontade para expressar suas opiniões sem temores, e pergunte regularmente a cada uma delas: – Como posso ajudá-lo a fazer melhor o seu trabalho? – Que problemas você tem que posso ajudar a resolver?

2. Procure certificar-se de que a pessoa entendeu o que você falou, sempre que explicar algo pergunte: – Fui claro?

3. Lembre-se de que não basta que a pessoa entenda. É preciso que ela acredite, participe e "vista a camisa".

4. Mantenha-se informado, seja criativo e utilize todos os recursos que possam contribuir para maior eficácia da sua equipe.

5. Examine com os membros do seu grupo, regularmente, a eficácia de toda a organização.
 
6. Não faça seus colaboradores perderem tempo com diretrizes e exigências que servem apenas para satisfazer seus caprichos ou manias burocráticas.

O líder precisa saber administrar pessoas, esse é o diferencial. Ele deve ir até as pessoas. Dessa forma, ele estará fazendo com que sua equipe sinta-se mais participante e motivada. Isso aumenta a relação de confiança.

Em casa, no trabalho e em quaisquer circunstâncias, vale a pena cultivar o hábito de ir até as pessoas e procurar ouvi-las. Conhecê-las melhor, compreendê-las, compartilhar, interagir. Caso não fique bem claro para o colaborador a importância do seu trabalho, isso pode levá-lo à frustração e a desmotivação.

Para enfrentar os desafios desta década, as organizações devem dar extraordinária atenção aos empregados, tanto quanto aos clientes externos. Isso não é uma questão de ser bonzinho com os colaboradores. Trata-se simplesmente do reconhecimento de que os seres humanos é que fazem ou destroem uma companhia.

Extraído do Capítulo V do livro de Sonia Jordão: A Arte de Liderar – Vivenciando Mudanças num Mundo Globalizado
 
Autora:  por Sônia Jordão

ARtigo - Antes de começar a ensinar devemos saber...

 

O que todo pai ou educador deve saber antes de começar a ensinar.
A sensibilidade de uma criança é muito acentuada e assim sendo, qualquer estado emocional do adulto será por ela percebido e vai influir em sua formação.

1.Pai, não me dê tudo que peço. Às vezes peço somente para obter, para compensar, para chamar a atenção.
2.Não me dê ordens. Se ao invés de ordens me pedisse as coisas com firmeza e carinho eu as faria rapidamente e com muito mais alegria.
3.Não me faças promessas. Se me prometer um prêmio, dê-me, mas também dê-me o castigo, se prometido.
4.Não me corrija as faltas diante dos outros, ensina-me a ser melhor quando estivermos sozinhos e com o seu exemplo.
5.Não me compare com ninguém, principalmente com meu irmão ou irmã. Se me fizer sentir pior que os outros eu sofrerei muito mais.
6.Não grite comigo. Respeito-o mais quando você fala comigo, e não me faça gritar também.
7.Deixe-me andar com meus próprios pés, ter minhas próprias emoções. Se você fizer tudo por mim, eu jamais terei a alegria de poder aprender.
8.Quando estiver enganado em alguma coisa, admita-o, pois crescerá muito mais a minha estima por você, e isso me ensinará a reconhecer os meus próprios erros.
9.Trate-me com a mesma amabilidade e cordialidade com que trata seus amigos, assim, aprenderei com você o respeito e a amizade.
10.Eu aprendo muito vendo seu comportamento diário diante de tudo. Isso é a base de toda formação do meu futuro caráter. Lembre-se que meus ouvidos escutam melhor a quem admiro mais, você. Então fique atento aos seus atos diante de mim.
11.Quando eu estiver atravessando momentos difíceis, ajude-me. Tente me compreender. Demonstre o seu amor por mim. Gosto de sentir que sou amado. Preciso de segurança para crescer.
Atenda meus pedidos, pois só assim serei capaz de ser feliz.

Artigo - Frases que não devem ser ditas a uma criança

 

Atenção pais, cuidado com o que sai da sua boca!

Muitas vezes, quando os pais vão dar uma bronca nos filhos, não prestam atenção nas palavras. Assim acabam usando expressões contundentes e como conseqüência criam traumas nas crianças.
Baseado em entrevistas com pais e especialistas, o professor e psicólogo americano Charles Schaefer, da Dickinson University, elaborou uma lista de frases que não devem jamais ser ditas às crianças.

1."Você é um mau menino".
2."Sacrifico minha vida pessoal para cuidar do meu filho, espero que ele reconheça isto".
3."Eu prefiriria que você não tivesse nascido".
4."Você nunca vai ser nada na vida".
5."Seu pai(sua mãe) e eu estamos nos separando por sua causa".
6."Quando eu era da sua idade, voltava da escola e pé e ainda ajudava minha mãe a cuidar da casa."
7."Por quê você não é como seu irmão?".
8."Você está agindo como um bebê. Devia sentir vergonha disso".
9."Se fizer isso de novo, vou chamar a polícia e mandar lhe prender".
10."Faço tudo por você e não recebo nada em troca".
11."Eu não acredito que esteja com medo desse cachorrinho tão manso"

Artigo - Educação de Filhos. Importante para professores tb.

Educação de Filhos. Importante para profs tb.

Pais
SOCORRO! ESTÁ IMPOSSÍVEL EDUCAR O MEU FILHO
Por: Psic. Armando Correa de Siqueira Neto




Mediante as dificuldades cotidianas de se educar os filhos, vê-se a necessidade de agir com maior rigor, utilizando-se de um planejamento a ser compreendido e discutido entre todos aqueles que convivem com as crianças. É importante criar um método que ajude no processo educacional dos filhos. Não obstante, agir organizadamente traz mais harmonia para dentro dos lares, além de gerar a gostosa sensação de se estar cumprindo a vital missão: educar o ser humano para uma vida mais plena.

Faz-se necessária à lembrança de que a educação infantil deve acontecer em casa, e que à escola compete à formação acadêmica, acrescida de alguns valores. Portanto, é um casamento de forças educacionais e não um jogo de empurra-empurra, no qual a criança deixa de ser educada e de quebra sente-se um transtorno. A educação leva tempo, não ocorre da noite para o dia. Ela é um processo. Não somos máquinas programáveis, somos gente, que necessita de desenvolvimento e maturidade para tornar a vida melhor.

Os últimos tempos têm dado amostras de resultados desastrosos de uma educação com baixos limites em sua estrutura, além da bola-de-neve dos relacionamentos ruins que são desenvolvidos, parte como conseqüência deste equívoco. Contudo, a natureza é especial, e as possibilidades favoráveis são ilimitadas. Para aqueles que despertam com nova esperança em seus corações, encontrarão força para fazer a diferença, de seu jeito particular, próprio de cada família.
 
Destacam-se alguns pontos-chave no processo de educação. Eles determinam o grau de êxito em cada caso. São o sacrifício, acordo, objetivos, conhecimento, paciência, firmeza e perseverança. Acrescente outros itens que desejar e melhore ainda mais este encontro de boa vontade na educação dos filhos.

1. SACRIFÍCIO
A tarefa da Educação requer sacrifícios como o da paciência, perseverança e firmeza. Tudo tem um preço na vida. Compreender o resultado do sacrifício ajuda a tornar o custo mais leve. Há tempos as pessoas evitam os sacrifícios, cujo termo significa: privação de coisa apreciada.

2. ACORDO
Todos os cuidadores precisam conhecer e estar de acordo, e agir em parceria. Assim, a força estará concentrada na união e na aprovação sobre a forma de se educar, em comum acordo. A criança percebe o conjunto coerente.

3. OBJETIVOS
Estas tarefas de Educação visam a educar a criança e, conseqüentemente, trazem mais harmonia para o lar. Todos devem ter conhecimento acerca do que se pretende com a educação.

4. CONHECIMENTO
A criança, a partir de 2 anos de idade aproximadamente, testará e contestará os pais, utilizando-se da famosa birra (choro, esperneação, etc) como instrumento para esta finalidade "Quem não chora, não mama".
 
5. PACIÊNCIA
Sem a paciência desistimos de nossos projetos, com ela, nos alimentamos diariamente, dando forças para a firmeza.

6. FIRMEZA
Manter a prática firme da educação e criar o seu hábito leva a consistência e a segurança da criança. Lembre-se que o tempo gera o hábito. O hábito gera economia.

7. PERSEVERANÇA
No dia.a.dia é que se constrói a educação, portanto, a sua manutenção persistente é fundamental. A constância permite um resultado bem melhor.

Vale lembrar a questão humana presente na vida familiar: o quanto se está envolvido com os filhos e as influências causadas nos pais em virtude de seus comportamentos. Ou seja, tolera-se ou não certos comportamentos infantis de acordo com algumas experiências passadas dos pais, tais como o choro, as dificuldades, etc. Os pais podem estar "cegos" mediante certos comportamentos dos filhos. A história de vida é singular. Cada um tem a sua, inclusive a criança. Misturar as estações só dificultará o processo educacional, e de convivência. Não é tarefa fácil, todavia vale a pena.
 
Outra questão é o sentimento de culpa é comum nos pais, em virtude do pouco tempo que passam juntos com os seus filhos, pelo baixo ânimo e paciência que oferecem após um dia de exaustivo trabalho, além do acúmulo de noites mal dormidas, etc. No entanto, a culpa apenas dificulta a educação, diminuindo as chances de se praticar o que é necessário. Os pais acabam invertendo as prioridades, dão o que não deve, a exemplo dos presentes. Não compre os filhos com coisas, compartilhe educação.

Algumas regras colaboram no processo da educação infantil:

1. Estar disposto a certos sacrifícios.

2. Manter comunicação constante. As conversas fazem parte da educação.

3. Não atender as birras, mas aos pedidos.

4. Expor à criança que só será atendida se pedir em tom de voz normal.

5. Evite usar os personagens de televisão para amedrontar ou punir os filhos, faz mais sentido alegar que são os pais ou cuidadores que estão educando.

6. Não voltar atrás.

7. Oferecer algum tempo diário para se dedicar aos filhos, carinho, brincadeiras, etc.

8. Evite a contradição entre o que é dito pelos pais. A criança se sente confusa e dividida.

9. Os pais são o modelo a ser seguido. Pense que tipo de modelo é o seu.

10. Não acredite que o tempo, por si só, dará jeito na situação. Não haveria sentido em existir a educação.
 
O pedido de socorro emitido pelos pais é compreensível, porém, a criança também grita por ajuda. A birra é uma forma de saciar os prazeres infantis, entretanto, quando atendida, ela agrada e ao mesmo tempo gera um mal estar na criança, que precisa de educação. Quando nos sentimos sem apoio (limites), a angústia é a sensação que expressa tais circunstâncias. O sacrifício de manter a educação é a luta diária que cabe aos pais, e que tem como recompensa a boa formação. Sacrifício requer uma cota de entrega. Em Efésios 5:2, temos: "e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave".

Pense profundamente sobre a entrega que deseja empreender. O método que persiste é aliviado pelo tempo. A criança aprende e cria os seus mecanismos próprios. Creia nela e em suas possibilidades de educação.

********************
Armando Correa de Siqueira Neto.
É psicólogo, consultor, conferencista e escritor. Desenvolve treinamentos organizacionais e palestras com Psicologia Preventiva e eventos educacionais. E-mail: selfpsicologia@mogi.com.br

Artigo - CONHEÇA OS AMIGOS DE SEUS FILHOS

 

Em seu proeminente livro The Four Loves (Os Quatro Amores), C. S. Lewis discute amplamente o bem e o mal que os amigos podem promover. Ele destaca esta maravilho-sa dádiva, chamada amizade, que pode trazer muito prazer e alegria a nossa vida e tam-bém nos afastar de Deus. A amizade pode encorajar os cristãos a resistirem à persegui-ção ou a se unirem a indivíduos maus que lutam contra suas posições. Sim, até mesmo Hitler teve amigos.

Os pais necessitam estar totalmente cientes das amizades que gravitam em torno de seus filhos, e vice-versa, e envolverem-se proativamente nessas amizades. Seu po-tencial para o bem ou para o mal – é tremendo. Esta é, no entanto, outra extensão do princípio bíblico: "Procura conhecer o estado das tuas ovelhas" (Provérbios 27:23).

 
 

Características-chave dos "Bons" Amigos

1. Amam a Deus – não importa se os amigos de seus filhos são ricos ou pobres, ou sua cor ou raça; se tiverem o amor a Deus podem ser recomendados. Necessitamos empenhar-nos ativamente para que outras crianças cristãs brinquem com nossos filhos.

2. Bom Relacionamento com Seus Pais – o bom relacionamento entre pais e filhos é a comunicação mais necessária e afirmativa mesmo em tempos de dificuldade.

3. Espírito Bondoso e Não Maldoso – as pessoas que podem ferir profunda-mente seus filhos são muitas vezes os de sua idade. Esteja atento se o seu filho está as-sociado a alguém que você julga possuir um espírito maldoso.

4. Amante da Alegria – encoraje seu filho a passar momentos maravilhosos quanto estiver brincando e encontre amigos que complementem essa atitude contagiosa.

5. Desejo Pela Excelência – as crianças que são inclinadas a melhorar seus talentos e habilidades em vez de vegetar em frente da televisão, pode exercer uma influ-ência fantástica sobre seus filhos, ajudando-os a descobrirem seus talentos desconheci-dos e dando-lhes confiança para serem excelentes.
 

Encaminhe Seu Filho Mais Velho para os Devidos Ami

Se certos amigos são realmente uma má influência, você pode proibir seu filho de estar na companhia deles. Mas isso, muitas vezes, produz rebelião e deveria ser apenas feito como último recurso. Dois métodos sempre deveriam ser tentados primeiro.

1. "Postura de Desaprovação" – Ou seja, se você sente que um amigo não é uma boa influência, sutilmente, mostre-lhe sua falta de entusiasmo. Não discuta. Não faça ameaças. Você pode dizer (sem demonstrar emoções) algo como: "Sabe, estou um pouco preocupado a respeito (nome)". Quando seu filho pedir detalhes, mantenha a calma e divague: "Não sei se gostaria que fulano/a fosse seu/sua amigo/a chegado". Pare aí. O excesso de reclamações muitas vezes irá encorajar seu filho a defender o/a amigo/a, au-mentando assim a lealdade para com ele/a.

2. Aprovação Prática – Com os pré-adolescentes, os pais podem incentivar bo-as amizades e evitar as más com decisões simples. Quando os amigos que são boas influências e desejam vir a sua casa, você demonstra alegria e vai buscá-los (qualquer que seja o sacrifício) e levá-los de volta. Quanto aos que são más influências, você dificul-ta a situação. Haverá momentos quando você deverá conversar com seu filho abertamen-te a respeito da influência negativa de certos amigos. Uma conversa amigável, não amea-çadora, irá explicar porque você está tão preocupado. Novamente, seu filho pode não concordar com sua argumentação, mas ele deve ter a certeza de que você tem em conta os melhores interesses do coração.

Adaptado de Raising Children to Adore God.
 

VOCÊ SABIA?

* Mais de 20 milhões de famílias, nos Estados Unidos, têm um filho com necessidades especiais – ou seja, cerca de uma em cada três famílias.
Tween Ages, janeiro/fevereiro 2004; "Special Kind of Love", p. 4.


* As crianças com uma vida spiritual rica têm menor probabilidade de desenvolverem problemas mentais, sugere um artigo. "A participação na comunidade da fé parece prover proteção contra a depressão, a ansiedade, as desordens comportamentais", diz Katheleen Kovner Kline, MD., investigadora da Comissão de Crianças em Risco.
Parents, abril de 2004, "The Benefits of Faith", p. 151.


* O divórcio causa um impacto tremendo nos filhos. As crianças cujo pai está ausente:
* Têm quase 7 vezes mais possibilidade de abandonar os estudos.
* Têm quatro vezes e meia mais possibilidades de cometer suicídio.
* Têm seis vezes e meia mais possibilidades de engravidar na adolescência.
* Têm vinte e quatro vezes mais possibilidades de fugir.
* Têm quinze vezes mais possibilidades de manifestar desordens comportamen-tais.

www.connectwithkids.com/tipsheet/2004/167_mar10/divo..html
"Divorce Anger Lasts"


* De acordo com Mark Shriver, vice-presidente e diretor gerente dos Save the Children's U. S. Programs (Programas Americanos Salve as Crianças), "Melhorar a habilidade de leitura da criança é a forma mais importante de ajudar a criança a obter as habilidades e confiança de que necessitam para romperem com o ciclo da pobreza e terem uma vida melhor."
www.savethechildren.org/usa/war_on_poverty.asp
"War on Poverty Undate: Helping Children Break the Cycle of Poverty", 26/03/2004.

Evangelizing Today's Child, julho/agosto de 2004.


Extraído de :
http://www.igrejaadventista.org.br/Ministeriodacrianca/Espaco/ideias.asp

Artigo - Jesus voltará a terra logo? Eu quero terminar a escola.

Jesus voltará a terra logo? Eu quero terminar a escola.

Os cristãos estão esperando há quase dois mil anos o Senhor cumprir a promessa de 1º Tessalonissenses 4:13-18. Não sabemos quando Ele virá. Jesus disse, em certa ocasião, que nem mesmo Ele sabia dessa hora, só o Pai celestial (Mt 24:36).
Quando Jesus ressuscitou dos mortos, Ele se encontrou com seus discípulosno monte das Oliveiras como objetivo de se despedir, pois estava voltando para a casa de seu Pai. Os discípulos perguntaram quando Ele iria retornar.
Jesus falou, então, que não sabia e disse a eles que deveriam falar do amor de Deus e da sua morte na cruz para perdão dos pecados, a todas as pessoas, em todo o mundo até a sua volta. Jesus subiu aos céus, e enquanto os discípulos olhavam para cima, dois anjos apareceram e disseram àqueles homens, que um dia Ele (Jesus) voltaria do mesmo modo como subiu para os céus. (Atos 1:6-8)
 
Algumas pessoas disseram que Jesus voltaria no ano 2000. Mas já estamos em 2007 e Ele não voltou.
Pensei que ele viria quando eu era jovem. Freqüentei o Instituto Bíblico e me formei mais tarde na faculdade, esperando todo o tempo a volta do Senhor. Estou esperando ainda a sua volta.
O que a palavra de Deus nos diz é que Jesus voltará e levará para o céu todos os que O receberem como Seu Salvador, para estar com Ele para sempre. (João 14:1,2)
Porém, mais importante do que saber o dia da sua volta, é viver uma vida que agrade ao Senhor enquanto Ele não vem e assim, estar preparado para aquele grande dia.
Até esse dia chegar, você pode gozar a vida com alegria, continuar estudando e vivendo para agradar a Ele.
 
ENTÃO VIVA O DIA DE HOJE, COMO SE JESUS VOLTASSE AMANHÃ!
Maranata!( tradução: vem, Senhor Jesus)

Adaptação de Rivaldo Maranhão
Revista "O Evangelista de Crianças", APEC, Julho a Setembro de 2006.

Artigo - Criando filhos, formando pessoas

 

    Quando Deus quer que uma grande obra seja feita no mundo ou uma grande injustiça corrigida, faz isso de maneira bastante fora do comum. Ele não envia terremotos nem relâmpagos. Em lugar disso faz nascer um bebê indefeso, talvez numa casa simples e de mãe obscura. Deus coloca então sua idéia no coração da mãe e ela a coloca na mente da criança. As grandes forças no mundo não são os terremotos, nem os raios, nem os trovões. As grandes forças do mundo são os bebês. (T Sullivan)

As crianças precisam de : Aceitação

• A criança que é sempre criticada : Aprende a condenar
• A criança que é sempre hostilizada : Aprende a agredir
• A criança que é sempre ridicularizada : Aprende a ser tímida
• A criança que é sempre envergonhada : Aprende a sentir culpa
• A criança que é tratada com tolerância : Aprende a ser paciente
• A criança que é encorajada : Aprende a ser confiante
• A criança que é elogiada : Aprende a apreciar
• A criança que recebe um tratamento imparcial : Aprende a ser justa
• A criança que vive com segurança : Aprende a ter fé
• A criança que é aprovada : Aprende a gostar de si mesma
• A criança que vive em meio a : Aprende a descobrir o amor no mundo
aceitação e amizade
 

Auto-estima

• As pessoas que são boas uma para a outra, tornam boa uma à outra.
(Jo Coudert).
 

Deus

• As palavras religiosas só têm valor para a criança na medida em que sua experiência no lar lhes dá significado. (Cânon Lumb).
 

Disciplina

• O começo é parte mais importante de qualquer trabalho, especialmente no caso de uma criança jovem e tenra; é justamente nessa época que se forma o carátere a impressão desejada é mais prontamente aceita. Iremos despreocupadamente permitir que nossos filhos ouçam justamente o oposto daquilo que desejamos que recebam? (Platão).
 

Elogios

• Ao elogiar ou amar uma criança, não amamos ou elogiamos aquilo que existe, mas aquilo que esperamos que venha a existir. (J. W. Goethe)
 

Segurança

• Os pais não dão segurança cercando os filhos de coisas materiais, mas envolvendo-os nos braços do amor.
• Os pais excessivamente protetores ou permissivos não transmitem um sentimento de segurança aos filhos. (Charles Kingsley)
 
Extraído do livro:
Sete necessidades básicas da criança
John M. Drescher – Mundo Cristão – Usado com permissão.
Revista "O Evangelista de Crianças" – Apec – Julho a Setembro de 2006

Artigo - QUERO SER UM TELEVISOR

O texto seguinte foi enviado por e-mail. Ele é muito reflexivo. Atualmente estamos nos deparando com situações similares a esta.
Boa leitura!
 
QUERO SER UM TELEVISOR

A professora Ana Maria pediu aos alunos que fizessem uma redação e nessa redação o que eles gostariam que Deus fizesse por eles. À noite, corrigindo as redações, ela se depara com uma que a deixa muito emocionada. O marido, nesse momento, acaba de entrar, a vê chorando e diz: "O que aconteceu?" Ela respondeu: "Leia". Era a redação de um menino.
"Senhor, esta noite te peço algo especial: me transforme em um televisor. Quero ocupar o seu lugar. Viver como vive a TV de minha casa. Ter um lugar especial para mim, e reunir minha família ao redor...
Ser levado a sério quando falo... Quero ser o centro das atenções e ser escutado sem interrupções nem questionamentos.

Quero receber o mesmo cuidado especial que a TV recebe quando não funciona. E ter a companhia do meu pai quando ele chega em casa, mesmo que esteja cansado.
E que minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida, em vez de ignorar-me. E ainda que meus irmãos "briguem" para estar comigo.
Quero sentir que a minha família deixa tudo de lado, de vez em quando, para passar alguns momentos comigo.
E, por fim, que eu possa divertir a todos.
Senhor, não te peço muito...
Só quero viver o que vive qualquer televisor!"

Naquele momento, o marido de Ana Maria disse: "Meu Deus, coitado desse menino. Nossa, que coisa esses pais".

E ela olha: "Essa redação é do nosso filho".
Devemos cuidar para que objetos não ocupem o lugar das pessoas em nossa vida.
 
Autor desconhecido.

Culto infantil sobre o tema Tabernáculo (Interativo) - by Augusto Cesar

Há algum tempo atrás recebemos na comunidade Culto e EBD infantil, no orkut, uma sugestão interessante para o Culto infantil. Foi dada pelo irmão Augusto Cesar. Ele preparou juntamente com sua equipe um culto interativo e mandou a idéia pra que todos possamos ver, avaliar e utilizar. Confira, então, abaixo o passo-a-passo. Deixo aqui meu agradecimento ao Cesar. Valeu, irmão!

SequÊncia de fotos, com as palavras do Augusto Cesar:
Foto 1 - Esquema gráfico do Tabernáculo Sendo o 1º. Culto Infantil do ano de 2008 (02/03/2008);
Foto 2 - A garotada interagindo com o trabalho. (Ex Cap 30 - 17:21);
Foto 3 - Irmã Geise, foi a preletora convidada, falando sobre os pães asmos;
Foto 4 - Cartaz de Boas Vindas;
Foto 5 - Tio Augusto ensinando para a garotada como era montado o Tabernáculo no deserto e o significado de seus objetos. (Êxodo cap. 25 ao 31).
 
Augusto diz:
Aos Amigos da comunidade,
Que a PAZ do SENHOR esteja convosco...
Sou novo na comunidade. Tenho baixado aqui alguns conteúdos e gostaría de contribuir com algo para enriquecer a obra do SENHOR.
Ajudo minha esposa a realizar mensalmente um culto infantil, por ser tão legal, até adultos e adolescentes tem ído. (Rsrsr) Gostaría de compartilhar o primeiro trabalho que realizamos com muito amor e carinho para a garotada. O tema foi "TABERNÁCULO". Como sou do Ministério de teatro, não foi tão díficil... (Díficil é conter o ânimo da garotada!!!)
Bom, procurei mostrar para a garotada como era o Tabernáculo na época de Moisés. Explicando como era montado, falando sobre os objetos e o significado de cada um deles. (Com base na palavra de DEUS é claro!)

1.Críei um cenário utilizando bastante TNT e iluminação para realçar os ambientes.
2.Fiz um esquema gráfico num papel pardo e coleí algumas imagens que conseguí pela net.
3.Alguns objetos conseguí pela Igreja mesmo, para poder representar os objetos sagrados. Utilizei umas colunas de gesso, um castiçal, uma bacia para representar a pia, compramos 12 pães árabes, o mais legal, foi para representar o altar de incenso, críamos um caderno de oração para a turma (e tem funcionado muito bem)... E eles entenderam bem as coisas como estavam representadas.
4. Estudei bastante a palavra, porque eles fizeram muuuiiittasss perguntas....
5.A interatividade, foi o ponto forte do trabalho. Onde fomos explicando cada etapa do Tabernáculo, ensinando que hoje temos livre acesso ao Senhor nosso DEUS, não ficando somente no pátio, sem precisar sacrificar animais, etc... O que mais chamou a atenção deles foi a interatividade, onde eles lavaram as mãos na pia, para poderem estar "limpos" de todo o pecado, para entrar no santo lugar, degustaram dos pães, e adotaram o caderno de oração, como forma de levar a DEUS, suas orações mais sinceras, com adoração, louvores e sem vãs petições. (Depois comento mais sobre o caderno).
6.O Santo dos Santos, ficou marcado com uma outra surpresa. Tínhamos a sala arrumada com as cadeiras e a preletora convidada.
Só fiquei triste por não conseguir uma Arca, mas DEUS falou ao meu coração, dizendo que a presença do Espírito Santo se fazía e se faz presente naquele lugar...
7. Demos ínicio ao culto, com louvores, adoração e palavra e mais interatividade com a garotada, pois foi reforçado a explicação de cada objeto e por benção de DEUS a nossa convidada tinha umas miniaturas dos objetos e foram passando pelas mãos da garotada...
8.Fizemos mais surpresas, convidando alguns levitas para ministrarem alguns louvores preferídos por eles... (Foi uma grande alegría para os levitas também) pois isto aconteceu num Domingo. no horário do culto a noite...

Resumindo: Tudo foi feito com amor e dedicação a DEUS, foi plantado nos corações uma semente, de como devemos nos comportar na casa de DEUS. Pois hoje, vejo em muitas Igrejas, em pleno horário de culto ao SENHOR, não só crianças, mas adultos, mascando chiclete, mexendo em celular, de risinhos e olhares acusadores para o modo de se vestir de outros irmãos, enfim.... Ensinei a eles que a CASA DO SENHOR é lugar de RESPEITO... Não quero que os irmãos ao lerem isso, pensem que foi um culto com exortação, mas pelo contrário, foi considerado um ótimo ensinamento e que tem dado bons resultados....
Se alguém quiser perguntar algo a respeito do trabalho, postem suas dúvidas, ou se adotarem a idéia postem também o resultado... Ficareí muito feliz!!! A propósito, tenho algumas fotos do trabalho no meu perfil. Estejam a vontade!
Um abraço a todos e fiquem na paz do SENHOR.
 
Que Deus continue te abençoando, meu irmão!
Ana